Inauguradas a Segunda Estação de Tratamento de Efluentes do Campus e a Área de Produção da FCA

Construções presevam o meio ambiente e fortalecem o ensino na Universidade

Inauguração da Área de Produção da Faculdade de Ciências AgráriasInauguração da Área de Produção da Faculdade de Ciências Agrárias

A solenidade que marcou a entrega das obras Estação de Tratamento de Efluentes (ETE) e Área de Produção da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) aconteceu na manhã de segunda-feira, 12, no Setor Norte do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho. Durante a cerimônia, a reitora da UFAM, professora Márcia Perales, fez alusão às obras que estão sendo inauguradas neste final de mandato. “Inauguramos recentemente a Casa do Estudante no município de Itacoatiara, que é uma obra grandiosa, de referência para o Brasil inteiro. Agora estamos em uma semana de felicidade com mais inaugurações e em cada uma delas, nós, gestores, sentimos orgulho de termos aplicado de forma ética nossos recursos; de termos mantido o equilíbrio em momentos de tensão. Estamos tranquilos por termos zelado pelos interesses da UFAM, por termos dado nossa contribuição para que o nosso maior patrimônio seja referência não apenas no nosso imaginário, mas também no nosso cotidiano”, discursou a reitora.

O vice-reitor, professor Hedinaldo Narciso Lima, ressaltou as obras inauguradas como compromissos honrados e alinhados à política ambiental da UFAM. “A Estação de Tratamento de Efluentes e a Área de Produção da FCA são dois espaços muito importantes que estamos inaugurando hoje. Fazem parte de demandas da Universidade que foram priorizadas e que estão alinhadas a nossa política ambiental, que foi uma proposta muito bem construída durante nossa gestão e  que deve ser seguida por termos sob nossa responsabilidade essa área com vasta biodiversidade, importante não só para a nossa Universidade, mas para toda Manaus. Esperamos que alunos e professores façam bom proveito desses espaços acadêmicos e também de referência no cuidado com meio ambiente como a nossa Estação de Tratamento de Efluentes”, comentou o vice-reitor.

Inauguração da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE)Inauguração da Estação de Tratamento de Efluentes (ETE)O diretor da Faculdade de Ciências Agrárias, professor Marco Antônio de Freitas Mendonça, destacou o compromisso da atual gestão com todas as áreas do saber e anunciou a aquisição de insumos agrícolas para o espaço recém-inaugurado. “Quero agradecer à Administração Superior por dar esse suporte para a FCA, por sempre olhar para a Universidade como um todo. Nossos alunos e nossos professores, com certeza, aproveitarão bem esse espaço para as práticas auxiliares. Na época em que nós éramos os estudantes não tínhamos uma estrutura assim e agora podemos contar com tudo isso. Fico feliz também em poder anunciar que o processo licitatório para a aquisição de insumos agrícolas para a nossa Área de Produção está em curso”, declarou o diretor da FCA.

Sobre as obras inauguradas

Estação de Tratamento de Efluentes

Em operação desde 2015, a Estação de Tratamento de Efluentes do Setor Sul da Universidade Federal do Amazonas foi construída para dar destinação adequada aos efluentes sanitários que são oriundos da rede de esgoto de todas as edificações do Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho. A Estação de Tratamento acelera o processo de purificação da água antes de ser devolvida ao meio ambiente ou de ser reutilizada, além de eliminar os sistemas de fossas sépticas que contaminam o solo e o lençol freático.

A construção das ETEs do campus universitário é mais uma medida importante para preservar a imensa área verde da UFAM. Em 2011, foi concluída a primeira ETE do campus, no Setor Norte. Juntas, as Estações de Tratamento de Efluentes da UFAM são capazes de trabalhar com até 800 mil litros de efluentes por dia. 

Área de Produção da Faculdade de Ciências Agrárias

Espaço de aulas práticas, experimentos e de produção de alimentos da comunidade acadêmica da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA) , a Área de Produção é coordenada pelo professor Ari de Freitas Hidalgo. Abriga plantações de guaraná, dendê, café, cacau, pimenta do reino, urucu, além de uma variedade de plantas medicinais para práticas auxiliares do curso de Agronomia. A área inaugurada é composta por um galpão de apoio, 4 casas de vegetação, uma caixa d’água e um galpão de substrato.