Santander Universidades divulga Prêmio de Empreendedorismo Sustentável


A Assessora de Relações Internacionais e interinstitucionais (ARII) recebeu na última quinta-feira, 28 de março, o gerente regional do Santander Universidades para a divulgação do Prêmio de Empreendedorismo Sustentável, um    concurso inédito e específico para estudantes de graduação e de pós-graduação das Universidades Federais da região Norte.

As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de abril de 2013 no sitewww.santander.com.br/universidades ou acessando  também facebook.com/santanderuniversidades,

 

Os projetos devem passar por uma avaliação. Na primeira fase serão escolhidos 36 semifinalistas e na segunda fase 18 finalistas serão selecionados para enviarem o plano de negócios. Os vencedores receberão prêmios nos valores de R$ 50 mil, R$ 30 mil e R$ 15 mil, respectivamente para o primeiro, segundo e terceiro lugares, além de prêmios extras que totalizam R$ 100 mil.

 

A Assessora da ARII, professora Regina Marinho, informa que o Prêmio de Empreendedorismo Sustentável têm como objetivo contribuir com o desenvolvimento sustentável do país, reconhecendo os melhores projetos empreendedores que tratem de preservação do meio ambiente, economia reversa e extrativismo.

 

“O prêmio é uma oportunidade única para os alunos da Ufam, em razão de envolver somente as Universidades da região Norte, considerando que as chances para ganhar são maiores para esses alunos”. A assessora destaca ainda que o aluno empreendedor tem a possibilidade de receber o prêmio em dinheiro e ter o seu projeto divulgado nacionalmente.

 

O gerente regional Santander Universidades, Alexsandro Lima, explica que o programa Amazônia 2020, lançado em 2010, tem entre suas ações, o oferecimento de bolsas de mobilidade regional, nacional e internacional para alunos de graduação, de pós-graduação e para professores. O gerente destaca também que as salas digitais estão em processo de implantação, além da promoção de seminários internacionais de Direito Penal e das 5 edições do prêmio de empreendedorismo sustentável.

 

Lima comenta que a importância da premiação tem sua importância regional, porque envolve as nove universidades federais da região Norte. Os alunos podem ter participação individual ou em equipe. A exigência é que tenham um professor orientador.