Cine Vídeo Tarumã apresenta semana com filmes cults atuais

Dentro da indústria cinematográfica, um conceito diferente sobre filmes tem sido destaque em diversos tipos de público: os filmes cults, obras que são cultuadas pelos fãs por suas inovações. Para que um filme seja considerado cult, é preciso apresentar algumas características comuns, como diferentes estéticas ou roteiros complexos, que provoquem reflexão no espectador. Geralmente, os filmes cults não são os maiores destaques de bilheteria.

Tendo em vista esse mercado e a curiosidade por parte de seu público, o Cine Vídeo Tarumã apresenta uma semana com os novos filmes cult, realizando uma seleção de filmes recentes que se encaixam nesta categoria por suas histórias, contextos e até mesmo críticas sociais. As sessões são realizadas segunda, quarta e sexta-feira dentro da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), gratuitamente.

  

No dia 19, o filme exibido é O Novíssimo Testamento, do diretor Jaco Van Dormael. No longa, Deus está vivo, mora em Bruxelas e é um senhor rabugento e malvado com uma filha de 10 anos de idade. Cansada da natureza abusiva do pai, a menina invade o computador dele e envia para todos os habitantes do planeta as datas de suas respectivas mortes, ação que gera consequências inimagináveis. O filme foi indicado ao Golden Globe e ao Cesar Awards de 2016 na categoria de Melhor Filme Estrangeiro.

No dia 21, o longa apresentado é Homens e Galinhas, do mesmo diretor de Entre o Bem e o Mal, contando a história de dois irmãos muito diferentes entre si, Gabriel e Elias. O primeiro é um desgastado professor universitário, enquanto o outro, um homem sem muitas preocupações além das triviais. Ao saberem que seu pai morreu, os irmãos descobrem por um vídeo deixado pelo falecido que ele na verdade não era o pai biológico dos dois. Gabriel e Elias descobrem que seu verdadeiro pai mora em uma ilha chamada Ork e decidem ir até o local, onde conhecem sua verdadeira família. O encontro repleto de pessoas anormais os deixa em choque, mas também os liberta.

Na sexta-feira, dia 23, o filme apresentado é A Ovelha Negra, ganhador do Prêmio Um Certo Olhar no Festival de Cannes em 2015. A história se passa na Islândia, onde a população de ovelhas é maior que a de seres humanos. Os animais têm grande importância no país, em boa parte composto por grandes fazendas destinadas a criá-los. Num vale dessas fazendas, dois irmãos que não se falam há 40 anos, precisam se unir para salvar o que há de mais valioso para eles, suas ovelhas, devido a uma doença contagiosa entre os animais.

O Cine & Vídeo Tarumã é um projeto de extensão da Faculdade de Informação e Comunicação da UFAM. As sessões são gratuitas, com início às 12h30, no Auditório Rio Negro do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais (ex-ICHL), localizado no setor Norte do Campus Universitário.