Curso de Engenharia Florestal ganha selo alusivo aos seus 30 anos de fundação

Corpo acadêmico presente no lançamento da insígnia Corpo acadêmico presente no lançamento da insígnia Em comemoração aos seus 30 anos de fundação, o curso de Engenharia Florestal da Universidade Federal do Amazonas ganhou, na manhã de hoje, 12, um selo postal personalizado pelos Correios, que busca fazer da data festiva uma memória simbólica para a posteridade.

O lançamento ocorreu no auditório da Faculdade de Ciências Agrárias, no setor sul da Instituição e contou com a presença do corpo acadêmico, o reitor, professor Sylvio Puga, a superintendente dos Correios, Antônia Rebouças, alunos egressos e de um dos fundadores do curso, professor Joaquim Bacelar de Souza.

Após a entrega da insígnia aos componentes da mesa, foi dado início à Semana da Engenharia, cujo tema é "Passado, presente e futuro". O coordenador geral do evento, professor Francisco Moraes Mady disse que esta é a primeira vez que o curso comemora formalmente suas três décadas, trazendo de volta à Casa ex-alunos e ex-professores. Para ele, a reaproximação demonstra o quanto a Engenharia Florestal progrediu ao longo do tempo.

“Manter esse curso é uma prioridade, não apenas por questões geográficas e científicas, mas porque qualificamos especialistas habilitados em gerar esse bem que é a Amazônia, tão cobiçada, mas tão pouco compreendida. Nesse contexto, quem tem a capacidade para falar de florestas por ter direito e formação, é o engenheiro florestal", reiterou o coordenador do evento.

Na programação pelos 30 anos do curso de Engenharia Florestal, estão previstos ainda, o lançamento de um livro escrito por ex-alunos, um documentário de curta-metragem e a Semana de Engenharia Florestal, que trará à Universidade pesquisadores de renome do Brasil, de Moçambique e da Costa Rica, além da organização da Expo Floresta, que terá a parceria de aproximadamente 30 empresas do ramo florestal.

Homenagem póstumaProfessor Lizit Alencar e TAE Claudinez Chaves receberam homenagem póstumaProfessor Lizit Alencar e TAE Claudinez Chaves receberam homenagem póstuma

À tarde, a trajetória e a contribuição do professor Lizit Alencar da Costa e do TAE Claudinez Lima Chaves foram celebradas em solenidade realizada pelo Departamento de Ciências Florestais. Docentes, técnicos, familiares e amigos estiveram presentes na homenagem aos dois servidores que atuaram por cerca de 30 anos na Universidade. Ambos faleceram em abril deste ano.

Em sua fala, o reitor relembrou a dedicação com que o professor e o técnico exerceram suas funções dentro da Universidade. “Conhecia a ambos e sei do compromisso que tinham com a instituição. A Universidade perdeu, sem dúvida, pessoas que se dedicaram a fazer desse espaço um lugar de construção de saber. Os dois deixam um legado de dedicação e um exemplo de esforço para nós que ficamos”, declarou o professor Sylvio Puga.

Houve ainda a leitura das biografias dos homenageados e o pronunciamento de familiares e amigos, que expressaram a gratidão pelo tributo feito e saudade do professor e do técnico que fizeram parte da história do curso de Engenharia Florestal e da Ufam.